Áreas de Atuação

Com o encerramento das suas atividades em compra e venda de criptomoedas, a Bitconnect deixou muitos investidores à deriva.

Bitconnect está sendo acusada de pirâmide, por isso é importante que investidores que tenham se sentido lesados procurem um advogado para que possa ser cobrado o seu prejuízo.

É fundamental que investidores do Bitconnect procurem a via judicial  o quanto antes para garantir a existência de fundos para o respectivo ressarcimento. O Bitconnect possuía um serviço chamado de ICO, “inicial coin offering” (oferta inicial de moeda). Essencialmente recebia empréstimos de bitcoin de investidores e em troca receberiam um retorno de 40% sobre os investimentos em um determinado prazo.

Bitconnect não possuía regulamentação. Por se tratar essencialmente de um fundo de uma nova criptomoeda, acabou por driblar a regulamentação nacional do CVM, agência responsável pela regulamentação de compra e venda de ações no mercado nacional.

Vale lembrar que também aBitconnect se utilizada de um marketing multi-nível para a divulgação de seus produtos e serviços. Retornos financeiros desproporcionais em um curto prazo de tempo são indícios de uma pirâmide financeira ou “esquema ponzi”.

Como o caso ainda é recente, cabe ao poder judiciário se pronunciar sobe a legitimidade da plataforma Bitconnect. Se o caso for considerado pirâmide (forma de enriquecimento ilícito), implicará na condenação da empresa responsável em ressarcimento aos investimentos.

Caso tenha dúvidas sobre como proceder para mover uma ação para este caso, entre em contato com a Agulham Advogados.

Leia mais sobre casos com esquema de pirâmide nos artigos:

Como funciona o golpe do Telexfree?
Telexfree - Como recuperar valores investidos?