Áreas de Atuação

A aposentadoria por tempo de contribuição é a forma mais comum de aposentadoria buscada junto ao INSS. Muitas pessoas que buscam se aposentar e que consultam um advogado previdenciário (ou previdenciarista) tem a mesma dúvida: quais os requisitos para a aposentadoria por tempo de contribuição?

Diversas são as formas de aposentadoria, como por exemplo a aposentadoria por tempo de contribuição, a aposentadoria especial e a aposentadoria por idade.

Diferente da aposentadoria por tempo de contribuição ou da aposentadoria por idade urbana ou rural, a aposentadoria da pessoa com deficiência tem tratamento diferenciado.

O INSS é a autarquia responsável por analisar os pedidos de aposentadoria e pensões dos cidadãos brasileiros, dentre as quais se incluem a aposentadoria por idade urbana, aposentadoria por idade rural, aposentadoria especial, aposentadoria por tempo de contribuição ou até mesmo a aposentadoria por invalidez. Maiores detalhes podem ser buscados junto a um advogado previdenciário em Curitiba.

Atualmente, o INSS é conhecido por ter filas um tanto quanto demoradas, podendo a pessoa que quer se aposentar ou pedir seu benefício demorar algumas horas para ser atendido. Em muitos casos, devido à falta de algum documento ou à frequente indisponibilidade do sistema do INSS, deve a pessoa retornar novamente e inclusive, por mais de uma vez!

Muitas pessoas desenvolvem doenças as quais podem resultar na chamada aposentadoria por invalidez. Seja para quem contribui ou mesmo sem ter contribuído para o INSS, todas pessoas tem o direito de se aposentarem em caso de alguma doença grave que a incapacite de trabalhar.

A invalidez por doença ou condição pode ser temporária ou permanente, dependente do CID ligado à condição. Doenças consideradas graves como Tuberculose ativa, Hanseníase, doenças mentais, câncer, cegueira, paralisia, cardiopatia (problemas do coração), Parkinson, Nefropatia (doença renal), Doença de Paget, AIDS, contaminação por radiação e hepatopatia (doença do figado). Essas doenças inclusive dispensam o período de carência de 12 (doze) meses exigido pelo INSS e dispensam qualquer contribuição ao INSS em alguns casos.