Áreas de Atuação

Cálculos Trabalhistas

Os cálculos trabalhistas devem ser apurados com a ajuda do advogado trabalhista e um perito em cálculos trabalhistas, isso porque os cálculos trabalhistas são os cálculos que são feitos com base nos direitos previstos no contrato de trabalho.

O contrato de trabalho não é um contrato especifico, mas sim um conjunto de normas. O mais indicado para saber determinar o que se aplica no contrato de trabalho é o advogado trabalhista, isso porque alguns diretos do trabalhador refletem em outros. Confuso? Sim um pouco. Funciona da mesma maneira que juros e juros sobre juros.

Direitos como décimo terceiro, férias e descanso semanal remunerado, são calculados a partir do salário, ou seja, tudo que tem natureza salarial tem que ser somado para depois calcular os outros benefícios. Isso porque esses benefícios são concedidos a partir dos salários. Isso pode ser ainda mais complicado quando o salário é composto quase que totalmente por comissões.

Uma vez determinado as normas que se aplicam ao contrato de trabalho, e o que de fato compõem o salário, o segundo passo é puramente matemático. Essa tarefa é do perito em cálculos trabalhistas, que pode ser feito junto com o contador.

De qualquer maneira é fundamental o acompanhamento do advogado trabalhista em todo esse processo para conseguir chegar em um valor final correto de acordo com a lei.

Os cálculos trabalhistas devem ser apurados com a ajuda do advogado trabalhista e um perito em cálculos trabalhistas, isso porque os cálculos trabalhistas são os cálculos que são feitos com base nos direitos previstos no contrato de trabalho.

O contrato de trabalho não é um contrato especifico, mas sim um conjunto de normas. O mais indicado para saber determinar o que se aplica no contrato de trabalho é o advogado trabalhista, isso porque alguns diretos do trabalhador refletem em outros. Confuso? Sim um pouco. Funciona da mesma maneira que juros e juros sobre juros.

Direitos como décimo terceiro, férias e descanso semanal remunerado, são calculados a partir do salário, ou seja, tudo que tem natureza salarial tem que ser somado para depois calcular os outros benefícios. Isso porque esses benefícios são concedidos a partir dos salários. Isso pode ser ainda mais complicado quando o salário é composto quase que totalmente por comissões.

Uma vez determinado as normas que se aplicam ao contrato de trabalho, e o que de fato compõem o salário, o segundo passo é puramente matemático. Essa tarefa é do perito em cálculos trabalhistas, que pode ser feito junto com o contador.

De qualquer maneira é fundamental o acompanhamento do advogado trabalhista em todo esse processo para conseguir chegar em um valor final correto de acordo com a lei.